Sejam bem-vindos ao mundo do YouTube, a mais influente fonte de entretenimento atual. Um mundo com uma população de 1,5 mil milhões de pessoas.

Este mundo começou a ser construído em fevereiro de 2005, depois de três funcionários do PayPal (empresa de pagamentos online) Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, se terem deparado com a dificuldade de partilhar vídeos de uma festa na internet. O primeiro vídeo foi publicado no dia 23 de abril de 2005, com o título «Me at the zoo», onde um dos fundadores aparece no jardim zoológico de San Diego, nos Estados Unidos da América. Em novembro do mesmo ano, o vídeo publicitário da Nike com o futebolista Ronaldinho foi o primeiro a ser visto por mais de um milhão de pessoas.

O YouTube teve de imediato um grande sucesso. Em 2006 eram inseridos 65 mil vídeos todos os dias na plataforma, com 100 milhões de visualizações diárias. Todo este sucesso despertou o interesse do Google, que concluiu a compra no mesmo ano por 1.650 milhões de dólares.

Atualmente, o vídeo está a transformar-se num conteúdo muito popular e o YouTube tem contribuído, facilitando a qualquer pessoa partilhar, produzir ou transmitir em direto sem precisar de nenhum equipamento profissional, e incentivando a sua qualidade através da partilha dos valores da publicidade.

Com o sucesso desta plataforma de vídeos surgiu uma nova profissão, os youtubers, pessoas que se dedicam a criar conteúdos em exclusivo para esta ferramenta de partilha de vídeos, em alguns casos, altamente lucrativa e com um impacto global.

Os Youtubers são grandes influenciadores digitais, muitos deles têm uma legião de fãs, que os tratam como ídolos, principalmente junto dos jovens. Uma influência que desperta o interesse de muitas marcas e a sua inclusão em campanhas de marketing e de publicidade com níveis de sucesso muito elevados, sendo neste momento um dos canais de comunicação digital com maior crescimento.

Os vídeos são o maior consumidor de tráfego da internet, onde a plataforma do Google se destaca na liderança. Uma em cada cinco pessoas em todo o mundo passa todos os meses pela plataforma do Google, números impressionantes revelados recentemente por Susan Wojcicki, diretora executiva do YouTube.